“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” Mc 16,15

Vaticano

A Cidade do Vaticano é um estado com autonomia política, graças ao Tratado de Latrão – também conhecido como Pacto Lateranense – assinado entre o governo italiano e a Santa Sé, no pontificado de Pio XI, em 11 de fevereiro de 1929.

Considerado o menor estado do mundo – com apenas 0,44 km2 – esse território assegura a liberdade da Sé Apostólica e a independência do papa para poder realizar sua missão. O papa é seu chefe de estado. A língua oficial é o latim, mas o italiano é a língua de fato do dia a dia.

O Vaticano está encravado na cidade de Roma, ocupando uma área que se estende a uma curta distância da margem direita do Rio Tibre, na região conhecida como "Ager Vaticanus", a colina vaticana que não foi ocupada pelas tropas italianas, que tomaram Roma no dia 20 de setembro de 1870, durante o processo de unificação da Itália. As suas fronteiras são as Muralhas Leoninas e o círculo de mármore, no solo, onde confluem os dois braços da colunata de Bernini, na Praça São Pedro.

Formalmente constituído em 1929 com a configuração atual, o Estado da Cidade do Vaticano também administra as propriedades situadas em Roma e arredores que pertencem à Santa Sé, gozando de direitos extraterritoriais, como as basílicas papais – Santa Maria Maior, São João de Latrão e São Paulo Fora dos Muros – a residência de verão de Castel Gandolfo e outras.

Para saber mais sobre dados históricos do Vaticano, clique aqui.

BASÍLICA DE SÃO PEDRO - Nesta área em que hoje se localiza o Vaticano, na época do Império Romano, o imperador Calígula (37- 41) iniciou a construção de um circo que mais tarde foi completada por Nero, por isso é conhecido como o Circo de Nero. Esta área se tornou o local do martírio de muitos cristãos. A tradição afirma que foi nesse circo que São Pedro foi crucificado de cabeça para baixo.

Em frente ao circo havia um cemitério, sendo separados pela Via Cornelia. Segundo a tradição, São Pedro foi sepultado nesse cemitério. Entre os anos 324 e 326, o imperador Constantino erigiu sobre o local do túmulo do primeiro papa uma imponente basílica, que foi substituída pela atual, construída entre os séculos XVI e XVII.

A Basílica de São Pedro, construída sobre o túmulo do apóstolo Pedro, é uma das quatro basílicas papais.

CONSTITUIÇÃO - A atual Constituição do Estado da Cidade do Vaticano foi publicada pelo Papa João Paulo II em 26 de novembro de 2000 e entrou em vigor no dia 22 de fevereiro de 2001, em substituição à de 1929: reitera que o papa é o soberano absoluto, que concentra em si os poderes Legislativo, Executivo e Judiciário, os quais, em caso de falecimento do pontífice, passam ao Colégio Cardinalício até a eleição do sucessor. Em tal circunstância, o Colégio só pode aprovar normas de caráter de urgência e com eficácia limitada, a não ser que depois sejam confirmadas pelo novo pontífice. A "Lei Fundamental da Cidade do Vaticano", nome oficial da Carta Magna, contém 20 artigos. 

BANDEIRA - A bandeira oficial do Vaticano é formada por dois campos verticais de cor amarela (à esquerda) e branca (à direita), tendo ao centro o escudo com as chaves entrecruzadas sobre as quais se encontra a tiara papal.

ESCUDO - O escudo ou brasão do Vaticano apresenta, sobre um campo vermelho, a tiara (um dos símbolos do ministério papal) sobre duas chaves cruzadas (simbolismo tirado do evangelho, representando as chaves dadas por Cristo ao apóstolo Pedro); a chave dourada faz alusão ao poder no reino dos céus; a prateada indica a autoridade espiritual do papa na Terra. O cordão com as curvas que une os apertos representa o vínculo entre os dois poderes.

MEMBRO DA ONU - O Tratado de Latrão fixou também o caráter internacional da Santa Sé, que é reconhecida perante a legislação internacional e mantém relações diplomáticas com outras nações. O Vaticano tem os seus próprios embaixadores ou representantes.

O Estado da Cidade do Vaticano foi instituído como "uma realidade jurídica e política, à qual é necessário identificar e garantir a absoluta e visível independência da Sé Apostólica no exercício de sua elevada missão espiritual no mundo."

O Vaticano, com o estatuto de observador nas Nações Unidas, é reconhecido internacionalmente e foi admitido como membro de pleno direito da ONU – Organização das Nações Unidas, em julho de 2004, mas abdicou voluntariamente do direito de voto.

Onde estamos

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis
Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP
Fone: 19 2106-7575
Falar Conosco

Horários de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda à Sexta das 08h às 11:30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda à Sexta das 13:30 às 17:30

Diocese de Piracicaba