“Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47)
“Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47)

Dia Mundial das Missões acontecerá no dia 18 de outubro de 2020

Outubro/ 2020 - Edição 146 - Ano XIV

Tema: A vida é missão / Lema: “Eis-me aqui, envia-me” (Is 6,8)


As Pontifícias Obras Missionárias (POM) têm a responsabilidade de organizar a Campanha Missionária, realizada sempre no mês de outubro, na Igreja de todo o Brasil. Colaboram nesta ação a CNBB por meio da Comissão para a Ação Missionária e Cooperação Intereclesial, a Comissão para a Amazônia e outros organismos que compõem o Conselho Missionário Nacional (COMINA).

No Brasil, desde 1972, celebra-se em outubro o mês missionário. Para motivar sua vivência são produzidos materiais que ajudam na reflexão e na animação missionária. Os cartazes, novenas, santinhos, mensagem do papa e envelopes já foram enviados pelas Pontifícias Obras Missionárias (POM) a todas as arquidioceses, dioceses e prelazias do país.

Neste atual contexto da pandemia, os missionários e coordenações de pastoral estão orientados para que facilitem o acesso das famílias aos materiais impressos e virtuais para realizarem a novena em casa. Elas ainda incentivam que se realize o lançamento virtual da campanha, formações não presenciais e lives para refletir o tema e rezar a novena missionária. O material para a novena missionária está disponível no site www.pom.org.br.

De acordo com o papa Francisco, “celebrar o Dia Mundial das Missões também significa reafirmar como a oração, a reflexão e a ajuda material de suas ofertas são oportunidades para participar ativamente da missão de Jesus em sua Igreja. A caridade, expressa nas coletas das celebrações litúrgicas do terceiro domingo de outubro, destina-se a apoiar o trabalho missionário realizado em meu nome pelas Pontifícias Obras Missionárias, a fim de atender às necessidades espirituais e materiais dos povos e das Igrejas, em todo o mundo, para a salvação de todos”.

O tema deste ano reforça que ser discípulo missionário está além de cumprir tarefas ou fazer coisas, a vida se faz missão. O Papa Francisco lembra que “a missão no coração do povo não é uma parte da minha vida, ou ornamento a ser posto de lado. É algo que não posso arrancar do meu coração” (Alegria do Evangelho, 27).

Coleta Missionária

O fundo internacional de solidariedade ajudou na formação, animação e cooperação missionária em diferentes projetos nos cinco continentes, projetos sociais e religiosos, evangelização e promoção da dignidade humana. O Brasil, através das arrecadações diocesanas contribui para esses projetos missionários, neste ano em nossa diocese o nosso bispo diocesano orienta para que as arrecadações aconteçam como de costume, este ano no dia 18 de outubro. As coletas serão direcionadas da seguinte forma: 50% à cúria diocesana e 50% permanecerá nas comunidades paroquiais.

Fonte: CNBB/ Dom Total/POM

Oração do Mês Missionário

Deus Pai, Filho e Espírito Santo,
fonte transbordante da missão,
Ajuda-nos a compreender
que a vida é missão,
dom e compromisso.
Que Maria, nossa intercessora
na cidade, no campo,
na Amazônia e em toda parte,
ajude, cada um de nós,
a ser testemunhas proféticas
do Evangelho,
numa Igreja sinodal
e em estado permanente
de missão.
Eis-me aqui, Senhor, envia-me!
Amém.


Meu nome é Artidonio Rodrigues da Silva, sou coordenador do COMIPA (Comissão Missionária Paroquial), sou Leigo Missionário Xaveriano e faço parte do GAMI (Grupo apaixonado pela missão) da Paróquia Imaculado Coração de Maria em Piracicaba-SP

“Como leigo xaveriano procuramos rezar, aprofundar e agir com o mundo na mão, tendo sempre como desafio aqueles que ainda não conhecem o Evangelho e vivem num mundo subhumano. Como membro do COMIPA, procuramos ajudar a nossa paróquia a ser uma Igreja em “Saída Missionária”, como nos pede o Papa Francisco”.


Celso Elias Machado
Paróquia São Francisco Xavier
Ministro extraordinário da sagrada comunhão, Ministro da palavra, um dos coordenadores do grupo de evangelizadores de missão e coordenador de pastoral da paróquia São Francisco Xavier em Piracicaba-SP.


“Todos nós batizados temos o compromisso de ser um anunciador do Evangelho; a cada dia se faz mais urgente sair do nosso comodismo e aceitar este apelo tão necessário, de levar a Igreja até as casas das pessoas. São muitos os que se afastaram da Igreja e de Jesus Cristo devido a muitas circunstâncias e que precisam de um incentivo para voltar”.


Marli A.Gatti Callegaro
Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Capivari-SP
É catequista da Crisma de adultos na Missão Permanente e coordenadora do Ministério de Evangelização.


“Em nossa paróquia há o Plano de Missão Permanente, e a vivência comunitária se deu através do uso de aplicativos na internet que facilitam a comunicação. Semanalmente realizamos os encontros. Quando iniciou o isolamento social devido à Covid-19 nos deparamos com a pergunta: como levar a Palavra de Deus até às pessoas durante a pandemia? Formei um grupo através do WhatsApp e assim formamos o grupo de famílias que já haviam recebido a visita missionária. É assim que temos feito encontros semanais refletindo a Palavra e testemunhando, mesmo impedidos de realizar a saída missionária conseguimos manter a participação das pessoas, mesmo que virtualmente. O apoio do pároco neste tempo foi importantíssimo”.


Me chamo Natália Lima, tenho 22 anos, moro em Santa Barbara d’Oeste-SP
Participo da Paróquia Nossa Senhora Auxiliadora, onde sou catequista.

“Sempre observei meus Catequistas. Não existe nada melhor do que falar sobre a vida de Jesus e de como é importante mantê-lo sempre em nossas vidas. Se plantarmos pequenas sementes e as regarmos com dedicação e sabedoria, o amor de Jesus nunca morrerá. Nesse momento de pandemia está sendo crucial a dedicação em estar presente de uma forma diferente na vida das crianças, mantendo sempre o contato e passando atividades, para que esse momento de formação tão importante não fique para trás, e que fiquem ainda mais fortes”.


Rafael, de Santa Bárbara d’Oeste-SP, membro da Pastoral da Comunicação Diocesana

“Nesses tempos de pandemia foi possível perceber ainda mais o quão importante é o nosso trabalho junto aos meios de comunicação. Notamos claramente uma maior procura e atenção a isso, já que pra muitas pessoas os meios de comunicação eram as únicas fontes de informação e entretenimento, já que não poderiam sair de casa. Isso me mostrou o tamanho da responsabilidade e importância dessa nossa missão na comunicação, e me motiva a querer sempre aprimorar e fazer cada vez melhor esse maravilhoso trabalho”. 

Horário de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda a Sexta das 8h às 11h30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda a Sexta das 13h30 às 17h30 Diocese de Piracicaba

Diocese de Piracicaba

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis - Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP - Fone: 19 2106-7575
Desenvolvido por index soluções