“Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47)
“Eu te constituí como luz das nações para levares a salvação até os confins da terra” (At 13,47)

As eleições municipais de 2020

Outubro/ 2020 - Edição 146 - Ano XIV

Dando sequência às reflexões sobre as eleições de 2020, a Equipe Diocesana de Fé e Política, à luz da cartilha de orientação política do regional Sul 2 da CNBB, traz alguns pontos importantes para a reflexão de todos os leitores do jornal “Em Foco” da nossa Diocese.

Precisamos tomar muito cuidado com a CULTURA DA POLARIZAÇÃO, que desde 2013 vem marcando o cenário político e social, com cenas de violência e extremismos. A polarização nada mais é que a concentração dos pensamentos e opiniões em uma só linha. Vale lembrar que a discussão de ideias, opiniões e pontos de vista diferentes são fundamentais para a democracia e o valor da liberdade é sinal sublime da dignidade da pessoa humana, como nos lembra a Doutrina Social da Igreja.

ESTAR BEM INFORMADO é essencial para uma boa escolha, conhecer o histórico de vida dos candidatos, saber se é “ficha limpa” ou não, ter conhecimento das propostas de trabalho e da trajetória política. Vale lembrar que nosso voto é na verdade uma “carta branca” para alguém tomar decisões importantes em nosso nome para nossa comunidade, sociedade e cidade.

Em tempos de facilidade de informação, é primordial ficar atentos às FAKE NEWS; nem tudo que é divulgado e disseminado pelas redes sociais é verdade. Então: a) confirme a procedência da informação, b) leia a notícia inteira, c) pesquise em outras fontes, d) verifique se a notícia não é uma piada ou ironia, e) na dúvida, não compartilhe! É nosso dever, como Cristãos, zelar por uma cultura de amor e não pela disseminação do ódio. Dica: alguns aplicativos como o Facebook permitem denunciar notícias falsas. Alertar amigos e familiares sobre notícias falsas também é dever de todo bom cristão!

Algumas REGRAS PARA AS ELEIÇÕES DE 2020 precisam ser conhecidas como: a) coligações proibidas no pleito a vereador, ou seja, no sistema proporcional às vagas para o legislativo municipal devem ser somente de partidos, devido à questão ideológica e à possibilidade de votos na legenda; b) 30% das vagas dos candidatos devem ser ocupadas por mulheres; c) a propaganda eleitoral acontece 35 dias antes da antevéspera das eleições, na TV e no rádio estão proibidas propagandas pagas, na imprensa escrita elas estão permitidas de 16 de agosto até a antevéspera das eleições; d) na internet é permitida a campanha em redes sociais desde que não seja anônima; e) é proibido qualquer tipo de propaganda em locais públicos ou privados, mas equivalentes a públicos, como, por exemplo, realizar propaganda eleitoral nas igrejas ou ao redor dela.

São PROPAGANDAS PROIBIDAS: Brindes, trio elétrico, showmício e envelopar veículos cobrindo totalmente com adesivo. SÃO PROPAGANDAS PERMITIDAS: bandeiras nas ruas, comícios, alto-falantes e adesivos em veículos e imóveis residenciais de até 50x40cm.
O seu voto é um direito valiosíssimo e deve ser fruto de uma escolha pessoal, do discernimento de cada consciência que não termina nas eleições, mas que deve ser acompanhado, cobrado e dialogado ao longo da gestão dos políticos eleitos.

Como gesto concreto, queremos convidar a todos para que no dia 12 de outubro, dia de Nossa Senhora Aparecida, Padroeira do Brasil, possamos nos unir em oração, suplicando ao Deus da vida que ilumine eleitores e eleitos, a fim de usarem seus votos e mandatos em favor do povo e dos mais necessitados.

Rogério Teixeira da Cruz
Coordenador Diocesano da Equipe de Fé e Política
Diocese de Piracicaba
rogerioteixeiracruz@gmail.com 

Horário de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda a Sexta das 8h às 11h30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda a Sexta das 13h30 às 17h30 Diocese de Piracicaba

Diocese de Piracicaba

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis - Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP - Fone: 19 2106-7575
Desenvolvido por index soluções