“Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura” Mc 16,15

Reflexão litúrgico-pastoral para o 6º Domingo do Tempo Comum

O amor de Jesus pelos doentes – 11 de fevereiro de 2018

 

O evangelho deste 6º Domingo do Tempo Comum (Mc 1,40-45) narra a cura de um leproso. O doente chega perto de Jesus, suplicando com confiança: “Se queres, tens o poder de purificar-me.” E Jesus, tomado de compaixão, estendeu a mão sobre ele, tocou-o e disse: “Eu quero, fica purificado.” Imediatamente a lepra desapareceu.

Esse fato, narrado pelo evangelista São Marcos, tem um significado profundo. Naquela época, um leproso deveria se afastar de todos, era considerado um impuro, sem espaço no meio da sociedade. A lepra era sinal de exclusão e de maldição. Era a maior muralha social. Por isso o empenho de Jesus não era a simples cura, mas a inclusão social do marginalizado.

O agir de Jesus vai além de proporcionar a recuperação do bem físico particular daquele homem; seu objetivo maior é promover a inserção plena dos excluídos nas relações sociais saudáveis e justas. Com a cura, o afastado fica reintegrado, recuperando a vida.

Onde estamos

Av. Independência, 1146 – Bairro Higienópolis
Cep: 13.419-155 – Piracicaba-SP
Fone: 19 2106-7575
Falar Conosco

Horários de Funcionamento

Cúria Diocesana

Segunda à Sexta das 08h às 11:30 e das 13h às 17h.

Assessoria de Comunicação

Segunda à Sexta das 13:30 às 17:30

Diocese de Piracicaba